Sashimi é iguaria favorita entre os adeptos da culinária japonesa

COMPARTILHAR
Sashimi é iguaria favorita entre os adeptos da culinária japonesa

Basicamente, é uma tendência que o sashimi seja a iguaria de maior prestigio entre os apreciadores da gastronomia japonesa nos dias de hoje em diversas partes do mundo. Mas, você realmente conhece essa receita?

Então, o termo sashimi quer dizer “corpo cortado”, já que sashi é perfurado ou preso, enquanto mi é corpo ou carne. O que pode proceder da pratica gastronômica de colocar o rabo e barbatana do peixe e as fatias de maneira a identificar.

Outra possibilidade para esse nome pode ter a ver com a maneira convencional de pesca. Tradicional, os peixes utilizados no sashimi são pescados de modo individual, e, sendo assim, quando ele é apanhado o cérebro é atingindo com um espeto bem afiado a fim de causar a morte imediata. A partir daí, o peixe é deixado em uma estrutura cheia de gelo.

Esse tipo de perfuração recebe o nome de ikejime. Em função do fato da carne do animal morto nesse método contar com uma quantia pequena de ácido lático, achado em uma quantidade superior em animais que passaram por mortes lentas, ele ficará fresco por mais tempo devido a colocação no gelo.

Palavra sashimi foi acrescentada ao português oficialmente

Vale salientar ainda que o termo sashimi foi adicionado ao idioma português e outras línguas ocidentais e, normalmente, é destinado para se referir a outros alimentos feitos sem qualquer forma de cozimento, além tradicional prato da culinária oriental.

Os exemplos de sashimi menos comuns, mas não tão raros, são os itens vegetarianos, como yuba, e carnes vermelhas cruas, como carne bovina ou de cavalo. Além disso, o sashimi é quase sempre o primeiro prato em uma refeição formal japonesa.

E, ainda que o sashimi seja um filé de peixe em fatias, o termo kirimi (quer dizer carne em fatias), que para os samurais da Era Kamakura (1185-1333) significava fatiar o corpo, não foi usada.

Então, você também aprecia um sashimi? Que tal aprender a fazer essa receita na sua própria casa e para os seus entes queridos? O curso do Kosu pode lhe ajudar nessa tarefa. Vamos lá?

COMPARTILHAR